Telefones Uteis

- Emergência

* Bombeiros 193
* Central de Ambulância 192
* Defesa Civil 199
* Disque Denúncia 181
* Polícia Civil 147
* Polícia Militar 190

- Útil

Aeroporto de Viracopos - 3725-5000 www.infraero.gov.br
Água e Esgoto 195
Ambulância (Samu - Pronto Socorro) - 192
AutoBan - 0800-555560 www.autoban.com.br
Bombeiros - 193 www.polmil.sp.gov.br
Câmara - 3736-1300 www.camaracampinas.sp.gov.br
7º Ciretran - 3272-5055
Conselho Tutelar - 3236-3378
Correio - Agência Central - 3269-4400 www.correios.com.br
Defesa Civil - 199 www.defesacivil.gov.br
Delegacia da Mulher - 3252-5016
Delegacia de Polícia - 3233-8685
Delegacia de Trânsito - 3272-5055
Detran 154
Disque Trânsito - 194
Emdec www.emdec.com.br
Energia Elétrica - 0800-120196 www.cpfl.com.br
Fórum - 3236-8222
Guarda Municipal - 1532
Hopi Hari - 3273-2773
Hospital Mario Gatti - Pronto Socorro Municipal - 3772-5700
HC Unicamp e Pronto Socorro (19) 3521-2121
Hospital Celso Piero - 3729-8600
Ibama | Linha Verde 0800-618080
Informações Turísticas - 2116-0724
INSS 135
Juizado de Menores - 3272-8079
Maternidade - 3234-4131
Ministério Público - 3251-1455 www.apmp.com.br
Operadora Claro 1052
Operadora Oi 1057
Operadora TIM 0800 7414141
Operadora Vivo 1058
Polícia Federal - 3236-6277 www.dpf.gov.br
Policia Florestal - 3272-6186
Polícia Militar - 190
Polícia Rodoviária - 3257-1499 / 3257-1455 www.dprf.gov.br
Poupa Tempo - 0800-171233 / 0800 7723633 www.poupatempo.sp.gov.br
Prefeitura - (19) 2116-0555 / 3735-0555 www.campinas.sp.gov.br
Procon - 3735-1000 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Rodoviária - (19) 3731-2930 / 3232-1355
Rodovia Anchieta-Imigrantes (Ecovias) 0800-197878
Rodovia Anhanguera-Bandeirantes (Autoban) 0800-555550
Rodovia Castelo Branco (Via Oeste) 0800-7015555
Rodovia Presidente Dutra (Novadutra) 0800-173536
Renovias - 0800-559696
Sanasa - 195 www.sanasa.com.br
Setec - Funerária Municipal de Campinas - 3234-4181
Telefônica 103 15 / 0800-104104
Tribunal Regional do Trabalho - 3236-2100 www.trt15.gov.br
Unimed - 3735-7000 www.unimedcampinas.com.br
Wet'n Wilde - 0840-555154

Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • Abertas inscrições para Mais Médicos na PB com 128 vagas em 79 municípios

    Inscrições seguem até o domingo (25). Salário é de R$ 11.800,00. selo vagas para o Mais Médicos Alexandre Mauro/Arte G1 Estão abertas a partir desta quarta-feira (21) as inscrições para 128 vagas do programa Mais Médicos na Paraíba. Conforme o edital, as vagas são para 79 cidades da Paraíba, sendo que quatro são destinadas para Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI). As vagas, abertas para substituir médicos cubanos, que começaram a deixar os municípios na semana passada, são para profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro no CRM do Brasil. Confira as vagas para cada município da Paraíba contemplado pelo programa Veja as vagas destinadas para DSEI na Paraíba Confira detalhes do edital: São 8.517 vagas no Brasil, sendo 128 na Paraíba; O salário é de R$ 11.800,00; No primeiro edital, todas as vagas serão ofertadas aos médicos (brasileiros e estrangeiros) com registro no CRM do Brasil; As inscrições seguem até as 23h59 (horário de Brasília) do domingo (25), e devem ser feitas pelo site maismedicos.gov.br; No edital, é possível ver o número de vagas por município; No ato de inscrição, o profissional escolherá o município disponível para a atuação; Os médicos devem iniciar as atividades nos municípios a partir de 3 de dezembro; a data-limite é 7 de dezembro; Se houver vagas remanescentes, um segundo edital será lançado em 27 de novembro com vagas para brasileiros formados no exterior e estrangeiros. Para atuar no Mais Médicos, os profissionais sem CRM não precisarão fazer o Revalida. Eles poderão fazer o Revalida caso queiram exercer atividade também fora do programa. O sistema de seleção, que estará disponível a partir de quarta-feira (21) no site do programa, vai informar o número de vagas por município, e fica com a vaga o profissional que se inscrever primeiro. “Se você tem cinco vagas, os cinco primeiros ocuparão essas vagas e não ficará mais disponível a vaga para o seu município. Então, haverá, sim, o limitador da vaga existente e aí nós faremos isso, e o médico, na hora dele acessar, ele só vai poder acessar aonde tiver vaga ainda disponível”, disse o ministro da Saúde, Gilberto Occhi. Saída dos cubanos Na semana passada, o governo cubano anunciou que deixaria o Mais Médicos e citou "referências diretas, depreciativas e ameaçadoras" feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro em relação à presença dos médicos cubanos no Brasil. Com a saída dos profissionais cubanos do Mais Médicos, 78 municípios da Paraíba podem ficar sem médicos da rede pública, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde. Na Paraíba, pelo menos 129 médicos cubanos trabalhavam pelo programa.
  • Assista aos telejornais da TV Bahia
    Assista aos telejornais da TV Bahia
  • OCDE reduz previsão de crescimento do Brasil para 2019

    Para 2018, entidade manteve projeção de alta de 1,2% do PIB brasileiro; estimativa é pior que a prevista pelo mercado. A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) reduziu nesta quarta-feira (21) a previsão de crescimento da economia brasileira para 2019. A entidade estima agora que o país crescerá 2,1% no ano que vem, contra 2,5% em sua última projeção. A projeção da OCDE está abaixo da prevista pelo mercado brasileiro. Segundo o útimo relatório Focus do Banco Central, publicado nesta segunda, a média esperada pelos economistas de mais de 100 instituições financeiras é de alta de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019. Para 2019, a OCDE manteve a previsão de crescimento de 1,2% feita em setembro, enquanto o mercado financeiro vê alta de 1,36%. selo PIB 2 trimestre Karina Almeida/G1 PIB mundial A OCDE reduziu em dois décimos a previsão de crescimento mundial, a 3,5%. Em junho a estimativa era de 3,9%. Para este ano, a OCDE mantém a projeção de 3,7%.