Calendário de Eventos

Flat View
By Year
Vista mensal
By Month
Weekly View
By Week
Daily View
Today
Search
Pesquisar

Vista mensal

Fevereiro, 2018
     Janeiro Janeiro Fevereiro, 2018 Março Março
Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Domingo
5 29 30 31
  1
  2
  3
  4
6
  5
  6
  7
  8
  9
  10
  11
7
  12
  13
  14
  15
  16
  17
  18
8
  19
  20
  21
  22
  23
  24
  25
9
  26
  27
  28
1 2 3 4

Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • Grupo de amigos faz festa de Natal para crianças carentes de Curitiba; saiba como ajudar

    A ação será no próximo sábado (15) e pretende atender cerca de 100 crianças. Grupo de amigos realiza festa de Natal para crianças carentes de Curitiba Valéria Ogawa/Arquivo pessoal Solidariedade e alegria de fazer sorrir. Isso é o que move os cerca de 20 voluntários do projeto "Abraço Fraterno – A soma de todos os afetos". O grupo prepara uma festa de Natal no próximo sábado (15), para cerca de 100 crianças que se encontravam em situação de vulnerabilidade social por abandono ou maus tratos. O projeto saiu do papel recentemente, em setembro, mas a vontade de ajudar já vem há muito tempo. São três os idealizadores: a engenheira mecânica Valéria Ogawa, a psicóloga e gerente de recursos humanos Valquíria Sehn e o contador contábil Paulo Cirilo. “Sempre tivemos essa vontade de fazer algo a mais na sociedade e percebemos que muitas crianças não tinham a oportunidade de comemorar um Natal de verdade. É muito fácil doar um objeto, uma quantia de dinheiro, difícil mesmo é doar o tempo. Para mim é o verdadeiro ato de solidariedade. Estar presente é o maior presente”, diz Paulo. O grupo já participava como voluntários em uma instituição particular de Curitiba, mas sempre sentiam a necessidade de colocar as próprias ideias em prática, ter voz e poder realizar tudo do jeito deles. E foi assim que colocaram a mão na massa e criaram o Abraço Fraterno. Para o grupo, o Natal não tem sentido com pisca-piscas e a mesa farta, se do outro lado tem alguém triste ou sem nenhuma atenção. “Queremos chegar aonde quase ninguém chega. O maior desafio foi encontrar um lar ou associação que realmente não iria ter nenhuma ação nesse Natal e nem receberia nenhuma doação”, conta Valquíria. Todos os presentes foram comprados iguais, separados apenas por idade e sexo Valéria Ogawa/Arquivo pessoal Laços A intenção inicial da ação era juntar 100 presentes para as crianças que serão beneficiadas, porém, a adesão à campanha foi muito mais rápida do que os organizadores esperavam. Cada um do grupo ficou responsável por cinco presentes, e ainda receberam ajuda para a realização da festa, desde comida, decoração, aluguel de piscina de bolinha e cama elástica. “Já estamos com 120 presentes. Além dos voluntários, outros amigos de amigos fizeram doação, de presentes, de dinheiro e até de insumos para a festa. São laços de presentes, mas também são laços de pessoas”, conta Valéria. Todos os presentes comprados são semelhantes, separados apenas por idade e sexo. “Queremos evitar a diferenciação de uma boneca para outra, de uma bola para a outra. Só desejamos que o Natal dessas crianças seja feliz, que elas tenham na memória que não estão sozinhas, não estão abandonadas. Nós estamos aqui!”, diz Valquíria. O grupo parceiro "Bonequeiras Mirins" doaram 35 bonecas ao Abraço Fraterno Valéria Ogawa/Arquivo pessoal Doações Mesmo que os presentes já estejam completos, o grupo ainda precisa de doações de alimentos para o dia da festa, pois além das crianças, os responsáveis delas também são convidados. Os voluntários vão fazer cachorro quente, algodão doce e pipoca. Também aceitam doações de refrigerantes e sucos para acompanhar os quitutes. “Esse projeto não é nosso, é de quem quiser ajudar. Vamos fazer do mundo um lugar melhor para quem mais necessita! Ajudar ao próximo é uma excelente terapia”, diz Valéria. Quem tiver interesse em ajudar o grupo Abraço Fraterno, pode entrar em contato por meio do e-mail valsehn@gmail.com ou do telefone (41) 99600-2552. Grupo de amigos realiza festa de Natal para crianças carentes de Curitiba Valéria Ogawa/Arquivo pessoal Veja mais notícias do estado em G1 Paraná.
  • Paulo Guedes escolhe deputado Rogério Marinho como secretário de Previdência Social

    Deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) Luis Macedo/Câmara dos Deputados O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, escolheu o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN) como secretário especial de Previdência Social. O anúncio deve acontecer nesta terça-feira (11). Guedes acertou o nome de Marinho nesta segunda (10) com o presidente eleito Jair Bolsonaro. Relator da nova lei trabalhista, proposta pelo governo Michel Temer e aprovada pelo Congresso Nacional, Marinho não se reelegeu em outubro. Na opinião de Paulo Guedes, Marinho poderá articular no Congresso Nacional a votação da reforma da Previdência. O futuro ministro defende urgência para a votação, e Bolsonaro já disse que espera a votação ainda no primeiro semestre de 2019. Editoria de Arte / G1
  • Enem para pessoas privadas de liberdade começa nesta terça para 41 mil inscritos

    Outros 2.725 candidatos da edição regular que têm direito à reaplicação do Enem também farão as provas nesta terça e na quarta, segundo o Inep Caderno de provas azul do segundo dia de Enem 2018 G1 A edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade (Enem PPL) começa nesta terça-feira (11). Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 41.044 candidatos presos em unidades prisionais ou jovens sob medida socioeducativa atualmente privados de liberdade estão inscritos no exame. Ele será aplicado nesta terça e na quarta-feira (12). Além das pessoas privadas de liberdade, podem participar também candidatos da edição regular do Enem 2018, aplicada em novembro, que têm direito à reaplicação de um ou dois dias de provas. Segundo o Inep, 2.725 candidatos estão nessa situação e, até a manhã desta segunda-feira (10), cerca de 50% deles já haviam acessado as informações sobre o local de prova. Os candidatos da reaplicação do Enem devem checar o local de provas na página do participante. Problemas logísticos O Inep diz que o Enem PPL será aplicado em 1.436 municípios, além de 16 municípios onde, durante o Enem regular, ocorreram "problemas logísticos no local de provas durante a aplicação do exame". Um dos locais de provas com problemas está na cidade de Porto Nacional, no Tocantins: Alunos que estavam em escola que ficou sem energia fazem nova prova do Enem na terça Como o Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), as provas têm níveis de dificuldade semelhantes e permitem a comparação de notas de candidatos que fizeram edições diferentes. Initial plugin text