Calendário de Eventos

Flat View
By Year
Vista mensal
By Month
Weekly View
By Week
Daily View
Today
Search
Pesquisar
Tatiana Ap 51 A salao e churrasqueira
Sábado, Julho 14, 2018, 08:00 - 22:00
por zelador
Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • Congresso Regional das Testemunhas de Jeová será realizado na cidade de Salgueiro, PE

    O evento é gratuito e terá a participação de pessoas dos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Alagoas e Paraíba. O Congresso das Testemunhas de Jeová deve receber cerca de 3 mil pessoas por dia Mário Souza / Divulgação No próximo final de semana, a cidade de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, será sede do Congresso Regional das Testemunhas de Jeová. O encontro é aberto ao público e deve reunir pessoas dos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Alagoas e Paraíba. A programação começa na sexta-feira (20) e segue até o domingo (22). As atividades do Congresso serão realizadas no Ginásio de Esportes Francisco Torres de Carvalho. A entrada é gratuita. De acordo com a organização, a expectativa é que, por dia, cerca de 3 mil pessoas assistam ao evento. Este ano, o tema do Congresso das Testemunhas de Jeová é: “Tenha Coragem”. Segundo os organizadores, qualquer pessoa, independente da religião, pode participar.
  • Jovem é detido após invadir escola armado para defender namorada em briga, em Manaus

    Caso ocorreu em escola municipal situada na Comunidade Rio Piorini, na tarde desta terça-feira (17). Estudantes se envolveram em briga dentro de sala de aula. Escola fica situada na Comunidade Rio Piorini Larissa Santiago/Grupo Rede Amazônica Um jovem - que não teve a idade informada - foi detido com uma pistola após invadir a Escola Municipal Professor Raimundo Almeida Lucio, na Zona Norte de Manaus, nesta terça-feira (17). O suspeito teria arrombado o portão de entrada para defender a namorada, que se envolveu em uma briga com uma colega de classe. O caso ocorreu por volta de 13h40, na escola situada na Comunidade Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova. O suspeito não era aluno da escola e, segundo a polícia, foi chamado ao local pela namorada, logo após a discussão com outra aluna da instituição. A série e a idade das envolvidas não foram informadas. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), a briga entre as alunas começou dentro de sala de aula, no momento da troca de professores. Uma das meninas teria ficado ferida no rosto. Ao perceber a situação, a direção da unidade levou as estudantes para a diretoria e acionou os pais, policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (18ª Cicom) e a equipe do Centro de Operação e Segurança Escolar (Cose). Arma foi apreendida com namorado de aluna Divulgação/Polícia Militar Quando a diretora da escola conversava com as estudantes sobre o ocorrido, o namorado de uma delas invadiu a diretoria armado e ameaçou a aluna que havia brigado com a namorada dele. Nesse momento, os policiais chegaram e detiveram o suspeito. Segundo a polícia, o rapaz tinha uma pistola nove mílimetros, que é de uso registro, com 15 munições intactas. O jovem foi levado ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Por meio de nota, a Semed informou que a unidade de ensino possuiu agente de portaria, "mas o rapaz ameaçou o funcionário, arrombou o portão de entrada e a porta da sala da diretoria". "A Semed comunica, ainda, que a integridade e segurança dos demais alunos foi resguardada, que está tomando todas as medidas cabíveis e que além de acionar os pais das envolvidas, as mesmas serão transferidas da unidade de ensino", diz trecho de nota.
  • Estado paga parte de dívida com Demsur e escolas voltam a receber água em Muriaé
    De acordo com SEE-MG, débitos referentes a 2017 foram quitados. Departamento de Saneamento Urbano informou que abastecimento foi religado em nove instituições estaduais da cidade. O Departamento Municipal de Saneamento Urbano (Demsur) de Muriaé e o Governo de Minas confirmaram que parte do débito das contas de água referente às escolas estaduais foi paga nesta segunda-feira (16). Por causa de uma dívida de mais de R$ 350 mil, 15 escolas tiveram o fornecimento suspenso desde sexta-feira (13), com exceção das escolas dos distritos e da Escola Estadual Walter Vasconcelos, da Apae. Segundo o departamento, a partir da redução do débito, o fornecimento está parcial. Os valores atualizados divulgados pelo Demsur nesta terça (17) indicam que o débito do Governo do Estado era de R$ 500.984,37, incluindo os R$ 146.526,97 pendentes relativos ao presídio da cidade e à delegacia de Polícia Civil. Em nota, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) informou que pagou as contas referentes a 2017 e que o abastecimento de água é regularizado, conforme negociado com o departamento. Segundo a pasta estadual, não há previsão de quando serão quitadas as pendências de 2018, mas que mantêm diálogo com o Demsur e busca os recursos para quitar as dívidas dentro do prazo. Ainda de acordo com a SEE-MG, a rede estadual de ensino em Muriaé atende 9.500 alunos matriculados atualmente. Segundo o Demsur, a Secretaria depositou R$ 215.795,20 da dívida de R$ 354.457,40, referente às tarifas das 21 escolas estaduais e da Superintendência Regional de Ensino (SRE). Ainda de acordo com o departamento, até o momento, a SEE-MG não informou a previsão de pagamento do débito de R$138.662,20. Nove escolas, que ainda não interromperam as aulas para o período de férias tiveram a água religada nesta segunda: Antônio Viçoso Magalhães, no Bairro São Pedro; Governador Bias Fortes, no Bairro São Francisco; Columba Teixeira e Silva, no Bairro São Cristóvão; Desembargador Canêdo, no Bairro Barra; Olavo Tostes, no Bairro Barra; Engenheiro Orlando Flores, no Bairro Dornelas; Julieta de Oliveira Macedo, no Bairro Planalto; Professor Gonçalves Couto, no Bairro Porto; Silveira Brum, no Centro. Seguindo a recomendação do Conselho Municipal de Saneamento Urbano (Comsur), as demais escolas que tiveram o fornecimento suspenso serão abastecidas durante o mês de julho com 10% da média de consumo dos últimos 12 meses. O Demsur informou que após o término das férias escolares, o fornecimento de água nas escolas estaduais será normalizado e o Governo de Minas será notificado sobre as demais contas em atraso. "Caso a dívida não seja quitada em 30 dias, após a notificação, o Demsur aplicará medidas restritivas e o fornecimento de água nas escolas será limitado a 50% de seu consumo. Persistindo o débito após 60 dias, o abastecimento será restrito a 40% de sua média de consumo", informou o departamento nesta terça. A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) disse que tenta liquidar o pagamento ainda no mês de julho. De acordo com a Demsur, a dívida referente ao atraso das contas de março a junho de 2018 chega a R$ 145.028,10.