Calendário de Eventos

Flat View
By Year
Vista mensal
By Month
Weekly View
By Week
Daily View
Today
Search
Pesquisar

Vista diária

Segunda-feira, Outubro 15, 2018
  < Dia anterior Segunda-feira, Outubro 15, 2018 Dia seguinte >
  • Sem eventos
Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • AO VIVO: Assista ao Bahia Meio Dia
    Com apresentação de Jéssica Senra, assista à edição desta quinta-feira (13). AO VIVO: Assista ao Bahia Meio Dia Com apresentação de Jéssica Senra, assista à edição desta quinta-feira (13).
  • Cinco mulheres suspeitas de trabalhar para facção são presas em operação para vetar entrada de drogas e celulares em presídios na BA
    Batizada de “Operação Metatheria”, ação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (13). Também foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão. Uma operação para reprimir a introdução de drogas e aparelhos celulares por visitantes de estabelecimentos prisionais baianos foi deflagrada na manhã de hoje, dia 13, pelo Ministério Público estadual. Denominada “Operação Metatheria”, a ação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (GAECO), em conjunto com a Coordenação de Monitoramento e Avaliação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap). Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão nos estabelecimentos prisionais de Salvador e cinco mulheres foram presas temporariamente. Elas atuavam a serviço de uma facção criminosa com atuação no estado. Os mandados de busca e apreensão e de prisão temporária foram expedidos pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organizações Criminosas e Lavagem de Dinheiro da Capital em desfavor de internos de estabelecimentos penais de Salvador e Lauro de Freitas e de mulheres cadastradas como visitantes que atuavam para a facção criminosa, introduzindo drogas e celulares em cavidades do próprio corpo para adentrar os presídios. Segundo o GAECO, o objetivo do grupo com essas ações ilícitas era facilitar a comunicação de lideranças da organização criminosa com seus comandados e aumentar seus ganhos financeiros por meio de um rentável comércio de drogas no interior dos estabelecimentos penais. Com o cumprimento dos mandados de busca nas residências das visitantes e nas celas ocupadas pelos detentos, foram apreendidas drogas e materiais relacionados ao tráfico de entorpecentes, armas, aparelhos celulares, chips e escritos relacionados aos crimes investigados. A ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) e da Unidade de Monitoramento da Pena e da Medida de Segurança (UMEP) do do MPBA, além da Polícia Militar do Estado da Bahia, por meio dos Comandos de Policiamento Especializado (CIPE/Polo, CIRP e Patamo) e dos Comandos Regionais (Atlântico, BTS e RMS), que auxiliaram no cumprimento dos mandados. Participaram da operação sete Promotores de Justiça e 12 agentes policiais do Ministério Público do Estado da Bahia, 11 agentes da Coordenação de Monitoramento e Avaliação e oito agentes do Grupo Especial de Operações Prisionais da SEAP, além de 78 policiais militares.
  • Mulher é encontrada morta com sinais de violência sexual em estrada de Caucaia, na Grande Fortaleza

    A vítima, que estava com o short e a calcinha abaixados, levou vários disparos na cabeça. Segundo moradores da região, este é o quarto corpo encontrado na estrada no período de um ano. Ricardo Mota Uma mulher mulher foi encontrada morta, por volta das 6h da manhã desta quinta-feira (13), numa estrada nas proximidades da Lagoa do Banana, localizada no município cearense de Caucaia. Segundo a Polícia, a vítima tinha aproximadamente 30 anos e foi assassinada com tiros na cabeça. Os policiais observaram que os shorts e calcinha da mulher estavam abaixados, o que sugere uma possível violência sexual. As autoridades ainda perceberam a presença de um relógio no pulso direito da vítima, detalhe que diminui as chances de um caso de latrocínio. Segundo moradores da região, este é o quarto corpo encontrado na estrada no período de um ano. A mata fechada dos dois lados e a falta de iluminação à noite favorecem a ação dos criminosos. Até a publicação desta matéria, a vítima não foi identificada, nem os autores do crime foram localizados. A PM segue investigando o caso.