Calendário de Eventos

Flat View
By Year
Vista mensal
By Month
Weekly View
By Week
Daily View
Today
Search
Pesquisar

Vista diária

Domingo, Julho 22, 2018
  < Dia anterior Domingo, Julho 22, 2018 Dia seguinte >
Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • VÍDEOS: EPTV 1 Ribeirão Preto de segunda-feira, 24 de setembro

    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias das regiões de Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP). Assista aos vídeos do telejornal com as notícias das regiões de Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP).
  • Egressos do curso de Psicologia da Unifor se reencontram depois de 15 anos

    O objetivo do encontro é compartilhar lembranças e relembrar momentos marcantes que passaram na Universidade. Turma concluiu o curso em 2003 a agora se reencontra para partilhar experiências. Arquivo Pessoal/Divulgação Algumas pessoas dizem que a experiência da universidade é para a vida toda - muito além disso - que as amizades ali firmadas são um laço de afeto, fraternidade, encontros e desencontros. Desencontros talvez pela área profissional escolhida, uma cidade diferente e até pela vida, no fim das contas, mas que mesmo distantes, sempre dão um jeito de se encontrar. Esse laço quando é fortalecido, se torna duradouro. Foi assim que a turma do curso de Psicologia da Universidade de Fortaleza (Unifor), concludente de 2003, resolveu celebrar a concretização de 15 anos de profissão, desde quando deixaram a Universidade, que para eles nunca esteve longe, pois sempre mantiveram contato uns com os outros. A ideia do encontro é há muito tempo desejada, mas foi só depois de 15 anos de formatura que a turma resolveu organizar o evento. Dividido em dois dias, o grupo que é composto por mais de 20 pessoas vai se reunir nos dias 6 e 12 de outubro. Para a primeira parte da reunião, os ex-alunos participarão de uma manhã no campus da Unifor, composta por uma sessão de fotos. O intuito de retornar para a Universidade é de relembrar os momentos vividos ao longo do período do curso. No segundo dia de encontro, a turma fará uma confraternização privada, na casa de um deles. Karla Carneiro, faz parte da turma de Psicologia da Unifor formada em 2003, e hoje é coordenadora do curso. Para ela, o reencontro desperta lembranças e bons momentos. “A gente guarda esse amor pela Universidade e o resgata. Isso nos une, são amigos para a vida toda”, comenta. Ela também diz que existe uma expectativa em reencontrar seus colegas. “Tem uma expectativa em saber o que as pessoas estão fazendo, lembrar os bons momentos, às vivências e saber onde chegaram profissionalmente”, declara. A professora ressalta que o principal fator que une o grupo é o amor pela Universidade. “Nós compartilhamos esse sentimento de pertencimento. É um lugar de retorno e está guardado em nossos corações”, revela. A turma de Psicologia da Unifor egressa em 2003 convida todos os colegas que também se formaram neste ano a participar do encontro. Para entrar em contato, encaminhe um e-mail para: karlacarneiro@unifor.br
  • Bill Cosby volta a tribunal para ouvir sentença após condenação por agressão sexual

    Ator, que já foi considerado o 'pai da América', pode pegar até 30 anos de prisão. Veredito tem sido apresentado como o primeiro da era #MeToo, movimento de combate a crimes sexuais. Bill Cosby chega a tribunal no condado de Montgomery, Pensilvânia (EUA), para audiência que definirá sua sentença por agressão sexual AP Foto/Matt Slocum Condenado por agressão sexual no final de abril, o ator americano Bill Cosby voltou ao tribunal nesta segunda-feira (24) para ouvir sua sentença, em uma nova etapa da derrocada do ator de "The Cosby Show", que já foi considerado o "pai da América". O veredito tem sido apresentado como o primeiro da era #MeToo, nome do movimento de luta contra o assédio e o abuso sexual em Hollywood. A pena será pronunciada pelo juiz Steven O'Neill na audiência, que começou por volta de 9h do horário local (10h em Brasília). Em 26 de abril, após um segundo julgamento que durou três semanas, Cosby foi declarado culpado por três crimes de agressão sexual contra Andrea Constand, uma ex-jogadora de basquete de 45 anos. Ele pode ser sentenciado a até 30 anos de prisão. Mesmo uma pena reduzida seria uma verdadeira provação para o comediante de 81 anos, fisicamente debilitado e quase cego. Nesta segunda, ele chegou ao tribunal pouco antes das 8h30 e foi recebido aos gritos de uma ativista que exigia, com um megafone, o fim da prescrição para os crimes sexuais. Na audiência, estão presentes Andrea Constand e uma dúzia de mulheres que acusaram o ator de agressão sexual. Na abertura dos debates, o juiz começou analisando o pedido da acusação de incluir o nome do réu na lista de predadores sexuais violentos do estado da Pensilvânia. Bill Cosby deixa julgamento no qual foi considerado culpado de abuso sexual, em abril Brendan McDermid/Reuters Detenção será imediata? Há cinco anos, Cosby ainda era uma das figuras mais respeitadas dos Estados Unidos. Desde então, dezenas de mulheres o acusaram publicamente de agressões sexuais. A maioria das denúncias prescreveu, menos o caso de Constand. Cosby permanece em prisão domiciliar em sua casa em Cheltenham, um subúrbio da Filadélfia, após o pagamento de uma fiança de US$ 1 milhão. Ele deve portar uma tornozeleira eletrônica. A lei da Pensilvânia prevê que, se o condenado anunciar sua intenção de recorrer após o veredito, o juiz pode deixá-lo em liberdade até a análise do recurso. Cosby poderia, portanto, sair livre do tribunal de Norristown, apesar de ter sido condenado à prisão. De acordo com o site TMZ, a Procuradoria pretende, no entanto, solicitar a detenção imediata do ator. O procurador encarregado do caso, Kevin Steele, e sua equipe solicitaram formalmente que outras supostas vítimas de Cosby, que ainda não testemunharam, falassem na audiência desta segunda. O juiz se recusou, porém, a ouvir esses depoimentos.