Telefones Uteis

- Emergência

* Bombeiros 193
* Central de Ambulância 192
* Defesa Civil 199
* Disque Denúncia 181
* Polícia Civil 147
* Polícia Militar 190

- Útil

Aeroporto de Viracopos - 3725-5000 www.infraero.gov.br
Água e Esgoto 195
Ambulância (Samu - Pronto Socorro) - 192
AutoBan - 0800-555560 www.autoban.com.br
Bombeiros - 193 www.polmil.sp.gov.br
Câmara - 3736-1300 www.camaracampinas.sp.gov.br
7º Ciretran - 3272-5055
Conselho Tutelar - 3236-3378
Correio - Agência Central - 3269-4400 www.correios.com.br
Defesa Civil - 199 www.defesacivil.gov.br
Delegacia da Mulher - 3252-5016
Delegacia de Polícia - 3233-8685
Delegacia de Trânsito - 3272-5055
Detran 154
Disque Trânsito - 194
Emdec www.emdec.com.br
Energia Elétrica - 0800-120196 www.cpfl.com.br
Fórum - 3236-8222
Guarda Municipal - 1532
Hopi Hari - 3273-2773
Hospital Mario Gatti - Pronto Socorro Municipal - 3772-5700
HC Unicamp e Pronto Socorro (19) 3521-2121
Hospital Celso Piero - 3729-8600
Ibama | Linha Verde 0800-618080
Informações Turísticas - 2116-0724
INSS 135
Juizado de Menores - 3272-8079
Maternidade - 3234-4131
Ministério Público - 3251-1455 www.apmp.com.br
Operadora Claro 1052
Operadora Oi 1057
Operadora TIM 0800 7414141
Operadora Vivo 1058
Polícia Federal - 3236-6277 www.dpf.gov.br
Policia Florestal - 3272-6186
Polícia Militar - 190
Polícia Rodoviária - 3257-1499 / 3257-1455 www.dprf.gov.br
Poupa Tempo - 0800-171233 / 0800 7723633 www.poupatempo.sp.gov.br
Prefeitura - (19) 2116-0555 / 3735-0555 www.campinas.sp.gov.br
Procon - 3735-1000 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Rodoviária - (19) 3731-2930 / 3232-1355
Rodovia Anchieta-Imigrantes (Ecovias) 0800-197878
Rodovia Anhanguera-Bandeirantes (Autoban) 0800-555550
Rodovia Castelo Branco (Via Oeste) 0800-7015555
Rodovia Presidente Dutra (Novadutra) 0800-173536
Renovias - 0800-559696
Sanasa - 195 www.sanasa.com.br
Setec - Funerária Municipal de Campinas - 3234-4181
Telefônica 103 15 / 0800-104104
Tribunal Regional do Trabalho - 3236-2100 www.trt15.gov.br
Unimed - 3735-7000 www.unimedcampinas.com.br
Wet'n Wilde - 0840-555154

Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
  • Caminhões carregados de combustível chegam aos postos de Campo Grande

    Três caminhões saíram de uma distribuidora carregados de combustível e escoltados pela polícia. Dois postos estão recebendo reposição e consumidores formam filas de que chegam a 20 quarteirões. Três caminhões saíram de uma distribuidora de Campo Grande carregados de combustível e escoltados pelas forças de segurança. De acordo com funcionários da distribuidora, 14 caminhões estariam sendo preparados para deixar o local carregados e escoltados até amanhã. Destes, 9 seriam para a capital e os demais iriam para Corumbá, Maracaju e Jardim, MS. Forças de segurança escoltaram caminhão carregado de combustível em Campo Grande TV Morena/Reprodução Em Campo Grande os caminhões foram para 2 postos de combustível na capital: Um na avenida Afonso Pena com a rua Terenos e o outro na avenida Mato Grosso com a Rua Ceará. Caminhões saíram da distribuidora sob xingamentos Quando os militares chegaram à distribuidora para fazer a escolta, dois homens discutiram e chegaram a deitar na rua em frente à unidade para impedir a passagem dos caminhões. Motoristas de aplicativos que aderiram ao manifesto e estavam na rodovia, conversaram com os caminhoneiros e convenceram os homens a deixar o local. A saída dos caminhões aconteceu sob xingamentos por parte dos manifestantes. O Procon acompanha a chegada do combustível em um dos postos da capital. Com a notícia da reposição, consumidores foram até os postos e as filas aumentaram. Na unidade da avenida Mato Grosso a fila de carros já ocupa cerca de 20 quarteirões.
  • Avicultura paranaense enfrenta problemas com a falta de transporte
    No Paraná, são 20 abatedouros de aves parados e 20 mil funcionários sem trabalhar devido à paralisação dos caminhoneiros. Criadores de frangos e cooperativas ajustam a produção por causa das paralisações A cadeia da avicultura no Paraná, responsável por 35% da produção nacional de frangos, enfrenta problemas desde os incubatórios das aves até a chegada ao consumidor final com a falta de transporte devido à paralisação dos caminhoneiros. Com o ciclo de produção interrompido, os incubatórios - de onde saem os pintinhos - estão lotados. A ração dos animais, também não chegam às granjas, que estão racionando alimentação. Os produtores, por sua vez, não conseguem escoar a produção. "Nos preocupa muito porque agora realmente está chegando no limite. Tem urgência que se resolva o problema, porque vamos dizer, dentro de 24h ou 48h, no máximo, o caos vai estar instalado nas granjas", afirma o produtor Gerson Araudi. Já os frigoríficos estão sem conseguir abater as aves por falta de matéria prima e por estar com as câmaras frias lotadas de produtos. No Paraná, são 20 abatedouros de aves parados e 20 mil funcionários sem trabalhar. Um frigorífico da região oeste do Paraná, por exemplo, afirma que deixa de faturar R$ 7,5 milhões por dia parado. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
  • Ladrão fura tanque e rouba gasolina de carro estacionado na rua em SP
    Quando o dono tentou voltar pra casa, na Zona Norte de São Paulo, só conseguiu rodar poucos metros. Ladrão fura o tanque e rouba gasolina de carro estacionado em rua da zona norte Um ladrão furou tanque e roubou a gasolina de um carro estacionado em uma rua da Zona Norte de São Paulo, na noite desta sexta-feira (25). O dono tentou voltar para casa, mas o carro parou no caminho. O tanque de gasolina estava furado. "Eu chamei um guincho achando que fosse um problema mecânico. Quando subiu no guincho, o rapaz alertou que tinha um buraco no tanque de gasolina", disse o fotógrafo Fábio Piva, dono do veículo.